Por que gays adoram o partido de extrema-direita da Alemanha

Alice Weidel - Foto via usuário do Flickr Metropolitico.com O Alternativa para Alemanha (AfD) tem angariado votos de pessoas LGBTQ contra a política de imigração da chanceler Angela Merkel. Algumas semanas atrás, o Alternativa para a Alemanha (AfD em alemão), o partido populista de extrema-direita em ascensão do país, se reuniu em Colônia para decidir seu futuro. O AfD, que tem boas chances de entrar no parlamento alemão nas eleições nacionais em setembro, estava no meio de um confronto dramático entre as alas de extrema-direita e mais mainstream. Frauke Petry, química e ex-empresária que tem sido o rosto público do partido desde 2015, anunciou que não estava interessada em ser a candidata a

TRAGICOMÉDIA

Nunca se vendeu tanta coxinha quanto nos últimos quatro dias na Rocinha. O novo espaço cenográfico do Rio fica no caminho do Projac. Mais precisamente entre o apartamento do Cesar Mais em São Conrado e o do Moreira Franco na Lagoa, cujos valores imobiliários dão mais de 8 milhões de reais. Entretanto é numa brenha de extrema densidade urbana e humana, cercada de mata e trilhas complexas que se esconde o atual líder do tráfico da Rocinha, dono da tal geladeira de R$ 13 mil reais. É por demais surreal esse enfrentamento na medida em que teve como motivação a invasão de mais de 50 homens armados de outras favelas para destronar o Rogerio 157. Ninguém sabe onde está esse pequeno exército do tráf

Breves Comentários Sobre a Cadela

As últimas declarações do General Mourão que comandou a operação brasileira no Haiti, assim como de outros Generais, herdeiros desse patriotismo enviesado que menospreza princípios republicanos e democráticos, podem deixar muitos insatisfeitos com a realidade esperançosos. Até porque acham que o País das Maravilhas, de Alice, é uma espécie de Eden. As cadelas do fascismo estão ladrando no cio e existem várias delas à espreita na floresta multicolorida desse imaginário coletivo. Demonstra que o analfabetismo funcional em história ainda impera no discernimento de muita gente. Ou que existe uma alfabetização grotesca grassando primaveril nos jardins verde e amarelo de uma parte da elite brasile

Relação Premiada

Atribui-se a Antonio Gramsci a anotação de que a crise consiste no fato de que o velho que está morrendo e o novo não pode nascer; nesse interregno, aparece uma grande variedade de sintomas mórbidos. Numa carta brilhante, Bauman explica a origem da palavra "interregno", como o período entre reinados, quando um rei morria e outro lhe sucederia. Essa transição sempre gerava expectativas quanto a mudanças na lei e na ordem social. Esse interregnum implicava era um período em que as leis ditadas eram suspensas pelo justitum, enquanto aguardava-se novos éditos a serem proclamados pelo sucessor. O justitum era a aplicação de um "estado de exceção" porque as leis eram suspensas e o "Estado" tinha d

Por Trás do Blog
Publicações
Siga "PELO MUNDO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black